Cannabis sem CBD: à venda na sua farmácia ou dietética

0 Comments

Uma das tendências do movimento de produtos relacionados com cannabis em 2019 é o aparecimento dos óleos de cannabis. Em gotas ou em cápsulas, em caixas e frascos mais ou menos dourados, uns são mais premium, outros mais fortes e outros de alta qualidade (variando a mensagem conforme as marcas), mas sempre decorados com a reconhecível folha da cannabis.

É completamente legal fazê-lo, uma vez que cannabis é o nome científico do cânhamo.

De maneira mais ou menos inconsciente, talvez estas marcas não se apercebam que os seus produtos, embora tenham uma composição rica em Ómegas 3 e 6, são facilmente confundidos com óleo de cannabis com THC e CBD – sujeito a receita médica (como o Sativex) -, ou com o chamado óleo de CBD, suplemento alimentar e produto de venda livre em vários países europeus.

Na realidade, poderiam chamar-lhe óleo de cânhamo. Seria igualmente verdade e não correriam o risco de confundir médicos e técnicos de saúde. Como não correriam o risco de confundir pessoas que, por muitos Ómegas 3 e 6 que tomem, não terão os efeitos que procuram, ou seja, os efeitos do CBD.