CBD e as Doenças autoimunes

0 Comments

‘As doenças auto-imunes representam um problema de resposta por parte do sistema imunitário do corpo. Numa reação autoimune, os anticorpos e as células do sistema imunitário atacam, erradamen-te, os tecidos saudáveis, alertando o organismo para o fazer em praticamente todas as partes: coração, cérebro, nervos, músculos, pele, olhos, articulações, pulmões, rins, glândulas, aparelho digestivo e vasos sanguíneos, todos podem ser afetados por este problema.

Os canabinóides já provaram a sua eficácia no tratamento de disfunções que impliquem uma ativação excessiva de resposta imunológica e o stress oxidativo que lhe está associado. Os receptores canabinóides (CB1 e CB2) encontram-se nas células do sistema imunitário. Os canabinóides como o THC e o CBD, fazem disparar estes receptores, o que estimula a regulação imunitária, com a redução de produção de oxitocina e quimiocina e o aumento da produção de linfócitos T. Os canabinóides podem ser úteis para as dores provocadas por doenças autoimunes, quer através das duas propriedades analgésicas, quer reduzindo as inflamações que normalmente provocam a dor. O THC e o CBD agem sobre os receptores CB1 e CB2, que se demonstrou estarem envolvidos nas dores associadas às inflamações.

Recomenda-se que os pacientes consultem um profissional de saúde com experiência na prescrição de CBD ou de canábis medicinal para que a dosagem e os métodos de administração sejam escolhidos e calibrados numa base individual.’

‘CBD Guia do utilizador para a canábis medicinal’ Leonard Leinow e Juliana Birnbaum

CBD e as doenças autoimunes